Inep decide adiar Enem após votação no Senado | Guia do Estudante

Inep decide adiar o Enem depois de votação no Senado

imagem14-06-2020-14-06-04

(Fabio Rodrigues Pozebom / Agência Brasil / Reprodução)

Inbox, responsável pelo exame, anunciou que a Eneul será adiada “de 30 a para 60 dias em relação ao que era previsto nos editais”. Em nota oficial, o Inbox confirmou que a enquete vai acontecer novamente. direcionados ao Enem 2020 ele foi cadastrado, para conhecer a opinião dos adjornais Abraham Weintraub ontem. Além disso, as inscrições para o exame devem ser abertas até esta sexta-feira, 22 de maio.

Fully conferir a nota divulgada pelo Inbox:

Ouvir os pedidos da Companhia e as manifestações de Poderes Legislativos de acordo com o impacto da pandemia coronariano no Exame Nacional de Ensino (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anthem Teixeira (Inbox) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram adiar a aplicação dos exames em digital impresso. Os dados serão adiados de 30 para 60 dias em relação ao que foi previsto no editem.

Para tanto, o Inop promoverá uma pesquisa de opinião dirigida pelo Enem 2020, que ocorrerá em junho via página do Participante. As inscrições para o exame de escola secundária devem ser abertas até 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio. “

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, sugeriu anteriormente, em sua conta no Twitter, que o Enem será adiado por 30 ou 60 dias. A declaração foi feita um dia depois de o Senado aprovar o projeto de lei que propunha adiar os exames de acesso ao ensino superior, entre eles o Enem contando. 

Diante de eventos recentes no Congresso e conversar com líderes de centro, sugiro que o ENEM seja adiado de 30 para 60 dias. Por favor, ouça os mais de 4 milhões de alunos já cadastrados para a escolha da nova data de solicitação do exame.

-Abraham Weintraub (@AbrahamWeint)

Até agora, Weintraub se apresentou demonstrando pela manutenção das provas em novembro, defendendo que “o Brasil não pode parar”. De acordo com ele, não há desigualdade, já que a crise chegou a todos os estudantes ministro mais cobrados ” esquerda de atuar para que o exame não aconteça.

Na última terça-feira (19), Weintraub anunciou que na última semana de junho haverá uma pesquisa para os alunos inscritos no exame do pinheirão sobre uma possível adjornalização A partir do resultado, seria definido se a prova seria ou não atrasada.

No mesmo dia, o Projeto de Lei nº 1.277, da senadora Daniela Ribeiro (PP-PB), que prevê a ampliação de “provas, exames e demais atividades para acesso ao ensino superior”, devido à pandemia do novo coronavio, foi aprovado no Senado com 75 votos O único senador que votou contra foi Flávio Bolsonaro (Republicano-RJ).

Veja também

    Agora, o texto ainda precisa ser analisado pela Câmara dos Deputados para ser, então, enviado para a sanção do presidente Jair Bolsonaro. O presidente poderá aprovar o texto, seja na íntegra ou nas redes sociais, milhares de estudantes, professores e especialistas apoiam o adiamento do Enem, já que muitos requerentes não têm acesso à internet ou equipamento adequado para frequentar as aulas. 

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Inscrete-se para e você tem acesso a centenas de seus professores com professores do Poliedro.

    Author: SILVA RICARDO