8 pandemias de grande história que podem cair no Enem e vestibuari | Guia do Estudante

8 grandes pandemias da História que podem cair no Enem e nos vestibulares

imagem14-06-2020-17-06-05

(Wikimedia Commons/Reinultioner)

A pandemia dos novos coronavianos gerou muito pânico em todo o mundo A doença impôs uma nova realidade sobre milhões de pessoas, assusta a rapidez da contaminação e os índices de mortalidade do Enquanto é um delicado situação, não é, infelizmente, a primeira vez que a humanidade enfrenta um pandemia. 

Em outros momentos, vírus e bactérias já sacudiram todos os continentes e mudaram os hábitos da sociedade. Para você sentar-se do lado de dentro da matéria, separamos as 8 maiores pandemias das quais obtemos notícias Confira:

gripe espanhola

A gripe espanhola não conseguiu este nome porque a Espanha foi a mais atingida pela pandemia, mas por ter falado abertamente sobre a doença. Sendo um país neutro na Primeira Guerra, que estava em curso, a imprensa falou mais sobre a pandemia, sem pressão do governo para evitar mencionar um vírus mortal que pode afetar a moral da população. Causada por uma variação do vírus Influenza, a influenza atingiu a população em 1918 e permaneceu até 1920.

Foi estimado que 50 milhões de pessoas morreram, enquanto um quarto da população mundial foi infectada (cerca de 500 milhões de pessoas). No Brasil, mais de 30 pessoas morreram, entre elas Rodrigues Alves, em 1919, que foi eleito presidente pela segunda vez (não consecutivamente).

Veja também

    Bubonic Plague (Peste Negra)

    Entre 1343 e 1353, durante a Idade Média, estima-se que um terço da população da Europa morreu por conta da peste bubônica.  A doença é causada pela bactéria Yersinia pestis e difusas através do contato com as pulgas infectadas e roedores. Os sintomas são semelhantes a uma gripe forte, com febre, calafrios e dor muscular, mas além dos infectados mostra o inchaço dos gânglios linfáticos na virilha, eventualmente ou no pescoço. Alguns dos fatores mais importantes de produção da disseminação da doença foram problemas de higiene e saneamento na região na época.

    Variola

    Causada pelo vírus da varíola Orthocoxvírus, transmitida de pessoa para pessoa pelas vias aéreas, a varíola apresentou vários surtos ao longo da história. Entre 1896 e 1980, cerca de 300 milhões de pessoas morreram em relação à doença. Em 1980, a doença foi erradicada na esteira de uma forte campanha de vacinação. Os sintomas eram febre, dor corporal e erupção cutã. 

    Veja também

      Tifo

      Com um contexto semelhante à propagação da peste bubônica, o tifo matou mais de 3 milhões de pessoas após a I Guerra Mundial, entre 1918 e 1922. A rede de saneamento foi muito afetada e isso ampliou a transmissão, que também ocorreu por meio das pulgas que tiveram contato com os camundondos infectados, mas, aqui, pela bactéria Rickettsia prowazekii. Os sintomas foram dor de cabeça e articulações, febre alta, delírio e erupção hemorrágica.

      Cólera

      A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 28 a 142 pessoas morrem da doença a cada ano. Transmitida pelo consumo de água ou por alimentos contaminados, a doença afeta vários países subdesenvolvidos pela precariedade dos sistemas de saneamento.

      A bactéria cólera, Vibrio cholerae, libera uma toxina que causa diarreia intensa e a pessoa infectada pode acabar morrendo por meio da desidratação. Essa bactéria já passou por várias mutações e causa novos surtos de tempos em tempos.

      Tuberculose

      A Epituatose durou 100 anos, de 1850 1950. Hoje, apesar da doença ser considerada controlada, ela ainda afeta as regiões mais pobres do planeta. Acredita-se que mais de 1 milhões de pessoas morreram da doença e, segundo a OMS, é a doença infecciosa que mais mata no mundo.

      Causada por uma bactéria, o Bacilo de Koch, a tuberculose passou a ser tratada apenas após a descoberta da penicilina, por Alexandre Fleming, em 1928. 

      Desordens do sistema respiratório, o sintoma mais grave é a insuficiência respiratória. Pessoas infectadas apresentam convulsões agudas de tosse com sangue e pus. 

      Veja também

        HIV

        Com o início da epidemia em 1980, a AIDS, a sigla em inglês para Síndrome de Imunodeficiência adquiriu, é uma doença causada pelo vírus HIV. Desde então, calcula-se que mais de 20 milhões de pessoas morreram por complicações da doença. 

        O vírus afeta o sistema imunológico da infecção ao atacar os linfócitos fundamentais para a defesa Há dois casos de prevenção ao HIV: preservativo e pré-exposição profilaxia (PPRP). Nenhuma cura para a doença foi encontrada neste dia.

        gripe suína (H1N1)

        Com sintomas como febre, tosse, dor de garganta, calafrios e dor no corpo, a gripe suína recebeu este nome por ter sido identificada em suínos em 2009 no México.  Causada pelo vírus Influenza e transmitida por gotas de ar no ar ou superfícies contaminadas, a doença também conhecida por H1N1 se espalhou rapidamente pelo mundo e já matou mais de 18 pessoas.

        Ela se prepara para o Enem sem sair de casa. Inscrete-se para e tenha acesso a centenas de pessoas com professores do Poliedro.

        Author: SILVA RICARDO

        Deixe uma resposta

        O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *